Regina Duarte é alvo de críticas após demissões na secretaria da Cultura



– Advertisement –

Regina Duarte – Reprodução: Instagram
Na manhã desta quarta-feira (04), correu a notícia de que a atriz Regina Duarte, atual secretária da Cultura do governo de Jair Bolsonaro, exonerou, antes mesmo de tomar posse, demitiu cerca de sete pessoas estratégicas na pasta para o presidente. As informações foram divulgadas pela Folha de São Paulo.
+ Regina Duarte, após receber críticas de alguns colegas de profissão, recebe apoio do humorista Carioca
– Advertisement –

O fato gerou uma verdadeira revolta na web por parte de aliados de Bolsonaro, já que as pessoas exoneradas compactuam com as ideias de Olavo de Carvalho, o guro ideológico do presidente, a quem estas pessoas seguem.
Para você ter noção do quão pesadas estão sendo as criticas, até uma hashtag foi criada para chamar a atenção, além, é claro, do nome da atriz, que figura entre os mais falados do Brasil no Twitter até o momento desta publicação.
– Advertisement –

+ José de Abreu volta a disparar contra Regina Duarte e afirma: “A cada dia sou menos machista”
Na hashtag, ideólogos e diversos influencers apoiadores do governo criticaram a ação da ex-global: “Isentões afofados e comunas não entendem que não temos receio de admitir equívocos. Eu nunca fui um entusiasta da nomeação da Regina. Achava que sua escolha fora precipitada. Demos algum suporte nas redes, mas a muié não se tocou e virou Namoradinha do PSOL”, disse um, que em outro tweet, disparou: “Realmente, décadas de Globo têm mais efeito que gritar em carros nas manifestações. Foi a maior rolação de cabeças ANTES mesmo de ser nomeada. Triste. Muito triste”.
Um outro perfil também comentou: “Acreditar que Regina Duarte é ingênua, seria ingenuidade da minha parte. Nomear militantes esquerdistas ligados ao PSOL e a movimentos grevistas, vai completamente contra os princípios conservadores que Bolsonaro prega. Ilona Szabó foi um erro que conseguimos evitar. E a Regina?”, disse.
+ Regina Duarte acerta saída da Rede Globo para assumir Secretaria de Cultura
Houve também comentários de fora da bolha bolsonarista no Twitter: “Nada de realmente bom pode acontecer na pasta da Cultura sob Bolsonaro. Seu governo é estruturalmente contra qualquer manifestação de liberdade e criatividade”, disse o candidato que ficou em segundo lugar nas eleições de 2018, Fernando Haddad. A deputada Janaína Paschoal afirmou: “Gente, desse jeito, quem vai derrubar o Presidente é a turma que diz que o apoia! A burrice é tanta, que parece má-fé! Respeitem Regina Duarte! Boa posse Regina! Só não vou a Brasília, por estarmos na votação da Previdência Paulista.
Veja os tweets:

Gente, desse jeito, quem vai derrubar o Presidente é a turma que diz que o apoia! A burrice é tanta, que parece má-fé! Respeitem Regina Duarte! Boa posse Regina! Só não vou a Brasília, por estarmos na votação da Previdência Paulista.
— Janaina Paschoal (@JanainaDoBrasil) March 4, 2020

Acreditar que Regina Duarte é ingênua, seria ingenuidade da minha parte. Nomear militantes esquerdistas ligados ao PSOL e a movimentos grevistas, vai completamente contra os princípios conservadores que Bolsonaro prega. Ilona Szabó foi um erro que conseguimos evitar. E a Regina?
— Isentões (@isentoes2) March 4, 2020

Isentões afofados e comunas não entendem que não temos receio de admitir equívocos. Eu nunca fui um entusiasta da nomeação da Regina. Achava que sua escolha fora precipitada. Demos algum suporte nas redes, mas a muié não se tocou e virou Namoradinha do PSOL.#ForaRegina
— Bernardo P Küster 🇧🇷 (@bernardopkuster) March 4, 2020

Realmente, décadas de Globo têm mais efeito que gritar em carros nas manifestações. Foi a maior rolação de cabeças ANTES mesmo de ser nomeada. Triste. Muito triste.#ForaRegina
— Bernardo P Küster 🇧🇷 (@bernardopkuster) March 4, 2020