Fabiana Karla fala sobre luta contra ansiedade



– Advertisement –

Fabiana Karla, a apresentadora do ‘Se Joga’ – Reprodução: Instagram
Quem acompanha toda a felicidade que a atriz e a apresentadora Fabiana Karla sempre demonstrou na televisão, agora ainda mais com o ‘Se Joga‘, mal pode imaginar que ela trava uma luta pessoal bastante árdua contra um ‘mal do século’.
+ Fabiana Karla faz reflexão sobre a chegada do novo ano
– Advertisement –

É que a companheira de bancada de Fernanda Gentil e Érico Brás revelou em entrevista ao portal Gshow que luta intensamente contra a ‘ansiedade’. Fabiana Karla, apesar de amar o trabalho, é bastante inquieta e fica louquinha com isso:
Ainda assim, ela ama o trabalho: “Trabalho, para mim, é fazer o que mais amo e ainda ganhar no final por isso. Sou privilegiada de trabalhar com o que amo e ainda sigo buscando novas metas. A arte é o que me arrebata, me faz feliz, me deixa sem ar, massageia minha alma, me move. Meu trabalho me dá várias possibilidades. Trabalho, para mim, é realização.”
– Advertisement –

+ Fabiana Karla revela séria atitude após ser alvo de tiros no Rio de Janeiro

Na entrevista, ela deu mais detalhes sobre a ansiedade: “Sou inquieta, tenho vontades, mas não tenho conflitos. Tenho tarefas e metas a cumprir. Uma delas é me autoanalisar para evoluir como ser humano. Minha luta pessoal e constante é ser menos ansiosa. O mal do século é ansiedade. A gente trabalha com ansiedade e sofre”.

Ainda assim, ela conta que, com o passar do tempo, ela foi lidando melhor com isso: “Quando percebo que estou no futuro mais do que no presente, eu penso, me chamo atenção que tenho que desfrutar do agora. Graças a Deus, tenho evoluído. É importante se perceber para isso, respirar e buscar ferramentas. A maturidade traz para gente a circunstância de desistir de algumas coisas e enxergar novas possibilidades. A maturidade e a experiência ajudam a olhar o mundo sem ficar rotulando e ressignificar as coisas faz diferença”.
+ Fabiana Karla relembra foto amamentando e reflete: “Lindo ato de amor e resistência”

Por fim, Fabiana Karla conta que busca evoluir a cada dia: “Não só olhar o que aprendeu na sua casa, é como se desse uma segunda chance para ver as coisas de outra forma. A maturidade te ajuda a cocriar. Vejo quem era eu há 10 anos e me vejo hoje muito melhor. É uma cobrança, mas tem que ser de forma relax, não é para ficar se punindo de forma não saudável. Tudo isso é feito com calmaria. Isso reverbera pra quem está com você e eu me sinto um ser em evolução sempre”.